Hector Rojas

CHILENO HECTOR ROJAS NO PROGRAMA DE TV (HOJE)

Queridos SIMPeanos!

Após breve descanso, retorno a rotina dedicada ao trabalho SIMPeano!

Hoje a noite, no programa de TV do SIMP, o entrevistado será o compositor e intérprete chileno Hector Rojas, que está pela cidade. Hector já se apresentou em Pelotas no projeto organizado pelo SIMP, “Trabalhadores sem Fronteiras”, em 2007 e no ano passado em um evento na Biblioteca Pública Pelotense dedicado ao compositor Victor Jara.

Programa de TV:

Hoje, 04 de fevereiro das 19 às 20h na TVC, canais 9 da Viacabo e 14 da Net

images3

AGENTES DE SAÚDE: SIMP SE MANIFESTA SOBRE SELEÇÃO

Buscando esclarecer sua posição com relação à realização da seleção pública para a admissão de agentes comunitários de saúde pela Prefeitura Municipal de Pelotas, o Sindicato dos Municipários, através de seu diretor e representante na organização do certame, Tiago Botelho Domingues, salienta que a entidade sempre defendeu regras que levassem em conta o tempo de exercício, qualificação e experiência na função dos atuais agentes.

Conforme Tiago, entre os atuais agentes comunitários de saúde há casos de pessoas com até quinze anos de exercício na função, o que não é levado em consideração pelas regras estabelecidas. “É importante salientar e esclarecer que esta seleção pública, com as regras estabelecidas, somente está sendo realizada devido a uma decisão judicial que obriga a Prefeitura neste sentido”, diz o diretor do Simp.

Tiago lembra que o Sindicato dos Municipários sempre atuou em defesa dos atuais agentes, tanto que ao longo de 2010 realizou várias reuniões para encaminhar diversos temas (inclusive com a participação de Vereadores), entre eles a defesa de sua permanência no quadro funcional da Prefeitura. Além disso, o simp através de seu diretor e representante no Conselho Municipal de Saúde, Nurnei Mendes Rodrigues, sempre pautou em defesa da valorização e aproveitamento dos atuais agentes.

“Entendemos que a seleção pública deveria servir para complementar o quadro dos agentes e não para substituir os atuais”, opina o dirigente do sindicato.

images assedio

PROIBIÇÃO DO ASSÉDIO MORAL NO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL VIRA PROJETO DE LEI

Já está protocolado na Câmara de Vereadores o Projeto de Lei que “Veda o assédio moral no âmbito da Administração Pública Municipal direta, indireta e fundações públicas do Município de Pelotas e dá outras providências”, de autoria do vereador Diaroni Santos (PT).

“Para o Sindicato dos Municipários, a construção deste Projeto de Lei representa um importante avanço para o fim desta prática tão nociva aos servidores públicos, que é a do assédio moral”, salienta a vice-presidente do Simp, Tatiane Lopes Rodrigues. A partir de agora o sindicato irá acompanhar a tramitação da matéria no legislativo municipal.

“Temos seguidamente atacado a prática de assédio moral por parte deste Governo Municipal, que tem se omitido frente às constantes denúncias que apresentamos, e se valido dessa prática abusiva para manter os servidores com medo e receio de reivindicarem seus direitos”, critica.

A iniciativa do vereador Diaroni Santos determina que fica vedado o assédio moral no âmbito da administração municipal, submetendo o servidor a procedimentos que impliquem em violação de sua dignidade ou, por qualquer forma, que o sujeitem a condições de trabalho humilhantes ou degradantes.

Conforme consta do projeto de lei, “Considera-se assédio moral para fins de que trata a presente Lei, toda ação, gesto ou palavra, praticada por agente, servidor, empregado, ou qualquer pessoa que, abusando da autoridade que lhe confere seu cargo e/ou sua função, tenha por objetivo ou efeito atingir a auto-estima e autodeterminação do servidor, com danos ao ambiente de trabalho, ao serviço prestado ao público e ao próprio usuário, bem como à evolução, à carreira e à estabilidade funcional do servidor.”

“Esperamos que os senhores vereadores compreendam a importância desta iniciativa, pois nós municipários estamos cansados de práticas desrespeitosas que não condizem com o serviço público e esperamos que a aprovação deste projeto consiga coibir este tipo de atitude”, finaliza Tatiane.

images

PREFEITURA NÃO PAGA ADICIONAL DE FÉRIAS E PREJUDICA SERVIDORES

Apesar da reivindicação do Sindicato dos Municipários, a Prefeitura não irá pagar em folha suplementar o adicional de férias para aqueles servidores que deveriam ter recebido estes valores juntamente com o pagamento dos salários de dezembro. A negativa em pagar o adicional em folha suplementar foi confirmada nesta quarta-feira pelo secretário de Administração e Finanças, Sérgio Lopes, para a vice-presidente do Simp, Tatiane Lopes Rodrigues.

O adicional para aqueles servidores que têm suas férias concedidas no mês de janeiro deveria ter sido pago pela Prefeitura juntamente com os vencimentos de dezembro, o que não ocorreu. Para a vice-presidente do Sindicato, o não pagamento do adicional de férias, além de caracterizar uma ilegalidade, causa enorme prejuízo aos municipários que estão em férias, pois não terão a remuneração extra prevista pela Lei para usufruírem no período a que têm direito.

Quando da constatação de que o adicional de férias não estava incluído no pagamento do mês de dezembro, o Simp de imediato enviou documento ao prefeito Fetter Jr. denunciando a situação e buscou uma solução para o problema junto ao secretário de Administração e Finanças, Sérgio Lopes, reivindicando o pagamento em folha suplementar.

“Após diversos contatos telefônicos com os secretários de Governo e de Administração, tivemos a confirmação de que o adicional de um terço de férias, ao qual todos os trabalhadores têm direito ao usufruírem suas férias, não será pago no prazo legal”, informa Tatiane.

Criticando o problema causado pela Prefeitura aos servidores, a vice-presidente do Simp afirma que “para nós é inaceitável que um direito do servidor de usufruir as férias com o recebimento do adicional correspondente seja desrespeitado. Não podemos pagar pela desorganização desse Governo.”

Tatiane Lopes Rodrigues afirma que o Simp buscou de todas as formas possíveis demonstrar para os representantes da Administração Municipal a necessidade do pagamento em folha suplementar, o que foi negado. “Mais uma vez o propagandeado governo legalista do prefeito Fetter Jr. demonstra que não tem vontade política em resolver os problemas dos servidores”, finaliza.

  • Últimos Vídeos

    Programa de TV do SIMP de 06/03/20
  • Programas SIMP

    Rádio Com 104,5 Fm
    Ouça Agora
    Quinta das 18:00 às 19:00


    Televisão
    Sexta das 19:00 às 20:00
    Canal 2 Viacabo
    Canal 14 NET

  • Tweets do SIMP

    Siga-me no Twitter!
  • Sugestões

    Sugestões