qg

GUARDA MUNICIPAL SEM CONDIÇÕES ESTRUTURAIS NA COHAB TABLADA

Dentre as diversas visitas que a direção do Sindicato dos Municipários realiza nos diferentes locais de trabalho dos servidores e constata más condições de trabalho, desta vez foi visitada a sede da Guarda Municipal, situada no bairro Cohab Tablada, no final do mês de agosto.

Trata-se de um prédio bastante antigo, localizado ao lado da Escola de Educação Infantil Ivanir Dias, que não teve sua estrutura alterada para adequar às condições exigidas e abrigar a Guarda Municipal.

Funciona no local a parte administrativa, o comparecimento de início e fim de jornada de alguns integrantes da Guarda, a manutenção básica de algumas viaturas, sala de instrução, vestiários, refeitório e armazenamento de materiais e equipamentos.

O prédio apresenta toda a parte de instalação elétrica comprometida, sem capacidade de suportar a totalidade dos aparelhos necessários ao funcionamento do local. Os fios estão expostos, com emendas e abaixo da capacidade exigida. Prova disto é que existem equipamentos novos, há anos encaixotados, como impressoras e ar condicionados, sem utilização.

O vestiário feminino contém um único chuveiro, o qual a área de box não possui sequer uma cortina ou vidro para contenção da água, apresentando mofo e umidade.

Já o refeitório, tem excesso de equipamentos ligados a uma mesma tomada elétrica, correndo risco iminente de curto circuito, embora haja eletrodomésticos fornecidos pela Prefeitura, também é necessário ser utilizado algum ou outro de propriedade dos próprios servidores. Além disto, também apresenta mofo e umidade em algumas de suas paredes.

Na pequena academia de ginástica existente no local, se encontra uma esteira inoperante, além de não possuir tomadas suficientes para ligar equipamentos elétricos.

Ao fundo do pátio existe um chalé de madeira o qual é utilizado para vestiário masculino, sendo que este apresenta alguns armários amassados ou estragados, estantes retorcidas, destinado como verdadeiro depósito de caixas de papelão, de móveis inservíveis e descartados. Inclusive há cadeiras viradas com seus pés para cima, sobre os armários, servindo de suporte do forro que em alguns pontos está cedendo. No local não possui banheiro com sanitário e chuveiro, fazendo com que os guardas tenham de se deslocar até a academia, onde está de fato o banheiro, através do pátio, sujeitos, portanto, às intempéries.

Ainda no pátio, foi constatado pelo Simp vários restos de materiais utilizados em obras, como pedras, caixas dágua, telhas e algumas mangueiras de PVC, o que propicia infestação de insetos e roedores. Existe um imóvel particular e vizinho ao prédio da Guarda, com janelas voltadas diretamente para o pátio, o que é separado apenas por uma tela, permitindo a total visibilidade da rotina de trabalho, movimentação de viaturas e dos veículos particulares, além das ações conjuntas com as demais forças de segurança, cuja organização se dá naquele local. Aos fundos do pátio, existe um portão de acesso a veículos particulares e viaturas, também totalmente feito de tela e que permite a mesma visibilidade.

No que se refere a viaturas, há um veículo totalmente danificado e sem conserto há muito tempo, além de várias motocicletas inutilizadas. Há outros aspectos de maior insegurança que inclusive existem normatizações para a garantia, e que não estão sendo cumpridos.

Lembrando que o Simp, quando da denúncia ao Ministério Público sobre a atuação da Comunitas no Município, que tem tido intervenção direta na área da segurança pública municipal, obteve a informação do Promotor de Justiça André de Borba, de que ainda aguardava por parte da prefeita contrato ou termo com a organização, haja vista que não houve licitação, e que o período limite de sua solicitação já estava se esgotando, o qual o Sindicato buscará esta informação.

Por fim, há mais de 45 dias o Simp encaminhou ofício ao Secretário Municipal de Segurança Pública, Aldo Bruno Ferreira, fazendo alguns questionamentos que também se referem às condições de trabalho dos Guardas Municipais e que até o presente momento não foi respondido. Diante da ausência de resposta, o Simp estará cobrando respostas diretamente da prefeita no que tange ao ofício não respondido pelo Secretário, além de encaminhar material fotográfico demonstrando todos os inúmeros problemas da sede da Guarda, e exigindo as providências correspondentes.

IMG_0019

SIMP ENCAMINHA DOSSIÊ À SMED SOBRE PROBLEMAS NO TRANSPORTE RURAL

O Sindicato dos Municipários de Pelotas enviou documento ao Secretário Municipal de Educação e Desporto, Artur Corrêa, contendo dossiê com ofícios e matérias publicadas na imprensa sobre os reiterados problemas enfrentados pelos trabalhadores da educação que se utilizam do transporte rural.

O envio do dossiê foi definido durante reunião entre a direção do Simp, representantes de escolas rurais e o Secretário Artur Corrêa no último dia 05, para demonstrar as extremas dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores da educação que atuam na zona rural e que utilizam-se do transporte coletivo.

Tais dificuldades tratam-se de situações em que os servidores pagam às suas expensas diferença de valores; empresas que exigem espécie de “carteirinha” para concederem meia passagem; exigem a ficha funcional com todas as informações pessoais destes trabalhadores, como CPF, RG, PIS PASEP, lotação e histórico funcional; atestado da escola e frequentes alterações de horários e itinerários.

Alguns destes problemas são históricos, principalmente aqueles ocasionados pela empresa Bosembecker e já discutidos desde 2012 e, que agora mais especificamente, sendo feitos também pela empresa São Jorge. A direção do Simp entende que há uma grande parcela de responsabilidade de não resolução destes problemas por parte da Prefeitura, haja vista que nenhuma atitude foi adotada para evitar estas situações, justamente por ela conceder a exploração das linhas para as referidas empresas e detém o regramento para este funcionamento.

Por fim, diante do dossiê enviado ao Secretário Artur Corrêa, este se comprometeu em retornar ao Simp com o agendamento para a realização de reunião conjunta com a SMED, Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e Secretaria de Gestão Administrativa e Financeira (SGAF), a fim de dirimir estes conflitos por meio da busca de uma solução definitiva.

Site

COMISSÃO ELEITORAL INFORMA: DEFINIDA CHAPA PARA ELEIÇÕES DO SIMP

A Comissão Eleitoral informa que atendendo a disposição do Regimento Eleitoral e Estatuto do Sindicato, durante toda esta segunda-feira (11/09), das 9h às 17h, apenas foi inscrita uma única chapa candidata às eleições do SIMP, Gestão 2017/2020, que acontece nos dias 25 e 26 deste mês.

A chapa inscrita, após a análise de toda a documentação exigida, foi homologada pela Comissão Eleitoral, sendo definida para o processo eleitoral como Chapa 1 – “UNIÃO, FORÇA E LUTA”.

Segue abaixo a imagem com a nominata completa de todos integrantes da chapa candidata à eleição da Direção para o Sindicato dos Municipários de Pelotas (SIMP), Gestão 2017/2020:

11016080_748629375251466_281636212088369252_n - Cópia

COMISSÃO ELEITORAL INFORMA: REGIMENTO ELEITORAL

A Comissão Eleitoral responsável pelas eleições para a diretoria do SIMP, Gestão 2017/2020, informa que o Regimento Eleitoral encontra-se à disposição dos associados na sede da entidade, e para demais informações sobre o pleito, haverá representante da referida Comissão durante o horário de atendimento do Sindicato.

  • Últimos Vídeos

    Programa de TV do SIMP de 14/07/17
  • Programas SIMP

    Rádio Com 104,5 Fm
    Ouça Agora
    Quinta das 18:00 às 19:00


    Televisão
    Sexta das 19:00 às 20:00
    Canal 2 Viacabo
    Canal 14 NET

  • Tweets do SIMP

    Siga-me no Twitter!
  • Sugestões

    Sugestões